Fotos de camila pitanga gravida

Закрыть ... [X]

Babilônia (em Portugal, Babilónia) é uma produzida e exibida pela entre 16 de março a 28 de agosto de 2015, substituindo e sendo substituída por, totalizando 143 capítulos. Escrita por, e com a colaboração de,, Chico Soares, Fernando Rebello, João Brandão, Luciana Peçanha e Maria Camargo, a novela possui direção geral de e direção de núcleo de, e é "" exibida pela emissora.

fotos

Contou com as participações de,,,,,, e.

Índice

O setor de teledramaturgia da estreou no mesmo ano de sua inauguração, em 1965, com, no. Desde 1965 até o término da exibição de, em, a emissora adotava para as telenovelas exibidas após o em sua programação diária a denominação "". Entretanto, os anúncios da estreia de, trama que sucedeu Passione, a denominavam uma "". Tradicionalmente a "novela das oito" era o programa diário de maior audiência da emissora e também da.

seria a 75ª "novela das oito", mas ao ser denominada a "novela das nove" da emissora, tornou-se a primeira produção do gênero a adotar essa denominação. Desde então, foram exibidas como "novela das nove" seis produções adicionais:,,,, e. Babilônia é a oitava telenovela a ser assim denominada, e sucede Império no horário.

Ainda em 2013, a emissora definiria a ordem de sucessão para o horário, determinado que, após a conclusão de, de autoria de, as produções seguintes seguiriam a seguinte ordem: () sucederia Carrasco (), e seria sucedido por (), (Babilônia) e ().

Por coincidir com o cinquentenário da, a telenovela recebeu considerável investimento da emissora, com o estabelecimento de uma ampla equipe de colaboradores no roteiro e na direção. A equipe de colaboradores dos autores inclui Ângela Carneiro, Chico Soares, Fernando Rebello, João Brandão,, Maria Camargo e. A equipe de diretores, por sua vez, conta com Cristiano Marques, Pedro Peregrino, Luisa Lima e Giovanna Machline. A direção geral é de Maria de Médicis, sob núcleo de.

A atriz foi convidada para integrar no elenco na pele da garota de programa Alice, porém a atriz negou o papel e quis integrar no elenco da nova novela do,.

Contou com gravações em, na qual os atores e gravaram em locações como o restaurante, no,, e ; e em onde os atores, e gravaram em locais como o e o. interpretaria Consuelo, mas teve o papel trocado com. foi escalada para viver Inês, mas a direção da Globo a descolou para o elenco da novela seguinte.

Transferida para às 18:40 a partir do dia 15 de junho de 2015.
Transferida para Segunda a Quinta a partir do dia 30 de maio de 2016.
Transferida para às 21:45 a partir do dia 4 de julho. Transferida para às 22:30 a partir do dia 12 de setembro, e para às 22:45 somente as Quartas.
Transferida para Sábado e Domingo a partir do dia 8 de outubro de 2016.
Transferida para às 18:00 os Sábados e para às 15:00 os Domingos a partir do dia 8 de outubro de 2015.
Exibida em capítulos duplos. Transferida para às 10:30 a partir do dia 7 de fevereiro.
Transferida para Segunda e Terça a partir do dia 13 de março.
Transferida para às 09:00 a partir do dia 13 de março.

Edit-delete-not encyclopedic3.svg Esta seção pode não ser de natureza. (desde março de 2015)
Justifique o uso dessa marcação e tente resolver essas questões na.

Primeira fase[ | ]

,. Amigas de adolescência, Beatriz Amaral (), uma arquiteta de sucesso, que voltou de, onde morava, após ficar viúva, e Inês (), uma advogada falida que não se conforma com sua vida de privações financeiras, se reencontram, por uma armação de Inês, que descobre, através dos jornais, a volta de sua antiga amiga para o Brasil. Estrategicamente, Inês se aproxima de Beatriz, e lhe pede um emprego para seu marido, o engenheiro desempregado Homero (). Sempre arrogante e esnobe, Beatriz a humilha, e Inês diz que se vingará. Elas, então, se tornam arqui-inimigas devido à inveja ferrenha que Inês sente.

Mesmo tendo sucesso profissional, um apartamento de luxo e um escritório renomado, a vida econômica de Beatriz não anda bem. A herança deixada por seu marido, que faleceu de câncer, com quem ficou casada por mais de dez anos, não é suficiente para manter seus luxos, assim como já gastou toda herança deixada por seu pai. Sempre maquiavélica e interesseira, ela precisa achar outro milionário para dar o golpe do baú: jamais amou seu falecido marido, e sempre foi infiel a todos os homens que teve. Para Beatriz, o que vale é ter dinheiro e poder.

Investigando em jornais e revistas, Beatriz chega ao nome do engenheiro milionário Evandro Rangel (). Ela, então, descobre que Marta, a esposa dele, está internada com câncer terminal. Mesmo sem conhecê-la, Beatriz vai ao hospital, e fica perto do leito. Ela se faz de humilde e bondosa, chora, diz que é amiga da esposa dele. Com o tempo, Marta falece. Beatriz seduz Evandro de todas as formas, e força sutilmente uma aproximação amigável. Eles, então, viajam como amigos para passar o ano novo em. Lá, ela se declara, fingindo-se apaixonada, e consegue levá-lo para a cama. Evandro, então, decide pedi-la em namoro. Com o tempo, ela consegue dominá-lo, e fazer com que ele a peça em casamento. Ela conhece o filho de Evandro, Gustavo, um menino esperto. Beatriz finge gostar dele, mas odeia crianças, tanto que nunca teve filhos por ser vaidosa com seu corpo, e mente a Evandro, que pergunta por que ela não teve filhos, e ela acaba dizendo que seu falecido marido já tinha outros filhos, e por ser operado, não podia ser pai, e que então, desistiu disso.

Após um casamento milionário, que é estampado em todos os noticiários, Beatriz tem seu desejo realizado, e passa a ser sócia majoritária da Construtora Rangel, a empresa de seu marido. Sempre voluptuosa e vulgar, embora discreta, ela se torna amante de Cristóvão (), motorista de seu marido. Para seu azar, ela acaba sendo chantageada com fotos por Inês, que a fotografou durante uma festa beijando o motorista, de forma a conseguir subir na vida as custas de Beatriz, que acha ridículas as ameaças de Inês, mas teme ser desmascarada por ela. Inês arma mais uma situação e começa a conversar com Cristóvão, no mesmo dia em que Beatriz havia marcado um encontro com ele. Revoltada, Beatriz acha que eles estão juntos para lhe dar um golpe. A situação piora quando Cristóvão se cansa de ser objeto sexual de Beatriz, e lhe pede dinheiro para tratar da saúde da esposa, Dora (Virgínia Rosa), que está com problemas cardíacos e necessita de um transplante. Beatriz se nega a ajudá-lo, e ele levanta a voz para ela, que o humilha, dizendo que fora da cama ele só é o empregado da família. Ele, então, com raiva, a ameaça, e diz que se ela não lhe der dinheiro, ele revelará tudo a Evandro.

Acuada, a ira de Beatriz queima mais forte, e ela planeja dar um fim a tudo que está incomodando-a. Evandro manda Cristóvão ir a joalheria para comprar uma pulseira para Beatriz. Ela ouve a conversa e o segue. Ela acaba mandando ele seguir seu carro, alegando querer conversar com ele em um local discreto. Eles chegam a um terreno baldio. Beatriz entra no carro, e ele lhe entrega a pulseira que Evandro mandou comprar. Beatriz, então, coloca a pulseira e manda o motorista beijar sua mão, sendo fiel e submisso para ganhar o que ele quer. Ele, excitado, achando que transarão no carro, aceita. Enquanto está distraído, Beatriz saca sua arma e atira no homem a queima roupa. Ela tira suas mãos da mão dele, mas a pulseira arrebenta e Beatriz fica com um pedaço, e Cristóvão, morto, com outro. Beatriz chega no seu antigo apartamento e esconde a arma do crime em um cofre, e volta para a mansão do esposo como se nada tivesse acontecido.

Inês reaparece e elas marcam um encontro no antigo apartamento de Beatriz. Inês acaba ameaçando-a novamente, exigindo o dinheiro, e Beatriz arma para cima dela: humilha-a mais. Revoltada e morrendo de raiva e inveja, Inês diz que irá destruí-la. Beatriz, então, manda ela provar que tem sangue frio e pede para ela pegar a arma que está sobre a mesa e pede para atirar se tiver coragem. Inês tenta, mas sua obsessão por Beatriz é tão grande, que não tem coragem de matá-la. Beatriz a ridiculariza, e diz que matou Cristóvão com essa arma, e que as digitais de Inês agora estão ali, e que poderá também destruí-la. Inês fica furiosa, e Beatriz a manda embora. Ela pensa, e acha melhor se aliar a sua inimiga do que tentar contrariá-la, pois as duas têm muito a perder. Beatriz conversa com Inês, e fazem um acordo: se Inês apagar a gravação de Beatriz com Cristóvão, ela a ajudará a ter uma boa vida, e arrumar um emprego para o marido. Inês concorda, e finge que apagou o CD gravado.

Beatriz convence Evandro a dar um emprego para Homero, que mesmo sendo esnobe e prepotente, aceita o pedido da esposa. Homero fica surpreso, mas pensa em recusar o cargo, por não querer um emprego que não fez por merecer. Inês fica revoltada e o humilha, e acuado, aceita. Mas Beatriz e manda Inês com o marido e a filha, Alice, a quem Inês sempre maltratou, para, nos, onde Homero começa a trabalhar como engenheiro chefe em um filial da Construtora Rangel.

Quem sofre pela morte de Cristóvão, além de sua esposa Dora, é sua filha, a batalhadora Regina Rocha (), uma jovem humilde, que mora em uma favela de, subúrbio do Rio, e que quer justiça na morte do pai, que é arquivada, alegando que ele fora morto em um assalto, pois viram a pulseira arrebentada em sua mão, alegando. Regina jamais se conformou com essa hipótese, e lutará até o fim para fazer justiça. Após a morte do pai, e com a mãe doente e o irmão pequeno, ela passa a ser o único sustento da casa, tendo que abandonar os estudos e começar a trabalhar como garçonete.

Com o aluguel caro da pequena casa onde moram na favela, a família decide se mudar para uma quitinete no, no, Zona Sul do Rio. A mãe de Regina, consegue, enfim, ser transplantada, após aparecer um doador. No Leme, Regina conhece e se apaixona pelo jornalista mulherengo Luís Fernando (), um homem casado, que mente, dizendo ser solteiro. Regina é íntegra, honesta, sincera e fiel, e pensa em se casar com ele, mas em poucos meses de namoro fica desesperada por descobrir estar grávida. Para sua decepção, Luís Fernando diz que não vai assumir a paternidade, e pergunta se o filho é realmente dele. Regina o agride, e sofre demais, e decide se fechar para o amor. Luís Fernando a procura, e oferece dinheiro para ela fazer um. Regina fica horrorizada, o xinga, e manda ele sair de sua vida. Sua decepção se torna maior quando ela o flagra com Karen (), e com seus dois filhos. Regina faz um escândalo, o humilha e diz a Karen que está grávida. A esposa ciumenta tem um ataque de raiva e pede o divórcio para Luís Fernando, mas com o tempo, o perdoa.

Regina não quer mais que ele assuma a criança, e sua mãe pede para ela parar com esse orgulho, e que a criança não tem culpa de nada, e que precisa ter a referência de um pai. Após o nascimento da menina, a quem Regina batiza de Júlia, Luís Fernando diz que não quer mais fazer o DNA, e propõe que Regina seja sua amante. Ela fica furiosa, e como não leva desaforo para casa, briga muito com ele, dizendo que jamais vai querê-lo novamente. Como ela é orgulhosa, exige que ele faça o exame de paternidade, para comprovar que sempre teve razão. Com raiva, Luís Fernando realiza o teste, que comprova que é o pai da menina. Ele se compromete a pagar pensão, e Regina passa a detestá-lo, porém, com o tempo, acabam se tornando colegas.

Segunda fase[ | ]

Dez anos se passam. Chega o ano de. Beatriz se tornou uma arquiteta prestigiada, além de uma grande empresária, pois se tornou presidente da Construtora Rangel. Ela mantém um casamento de aparências com o marido, Evandro, pois sabe que é traída por ele, mas finge não saber, sempre usando uma máscara de esposa compreensiva e zelosa, e muito articulada, acaba o dominando e tendo todos seus desejos realizados pelo marido, que acha que a esposa é um exemplo de moral, quando na verdade Beatriz o trai com diversos homens, já que é uma típica.

Inês passou dez anos tendo uma vida de luxo em Dubai, vivendo como uma madame, sempre muito fútil e vazia, ainda cobiçando a beleza e riqueza de Beatriz, guardando fotos dela em capas de jornais e revistas, e sempre cultivando raiva de sua felicidade. Ela vive em uma mansão com o marido, Homero, que mesmo humilhado diariamente por ela, sustenta seus luxos, já que ele não quer se separar da esposa por ser muito apegado a filha, Alice (), jovem moderna e livre, que sempre está em guerra com a mãe, que quer controlar sua vida, e fazer com que seus desejos de riqueza sejam satisfeitos através da filha. Alice está noiva de um senhor milionário, um árabe dono de minas de petróleo. Ela não gosta do homem e só está com ele por pressão da mãe, que quer que a filha se case com um homem rico e tenha desde cedo uma vida de luxo e prazer. Alice sempre desobedeceu a mãe, e só aceitou ficar com esse homem pois ele não a força a beijá-la e nem tocá-la, por ser um árabe, é comum querer levar a noiva virgem ao altar. Então Alice sempre ganha presentes caros e viagens, porém ela se apaixona pelo motorista desse senhor, um alemão de olhos verdes. Ela se entrega a ele e engravida, mas o homem se recusa a assumir a paternidade, para desespero de Alice, que conta a mãe que está grávida. Inês comemora, achando que o filho é do velho rico, mas ela se decepciona quando a filha diz que se entregou ao motorista que a abandonou grávida. Inês bate na cara da filha, e lhe chama de incompetente. Cansada da dominação da mãe, Alice a agride e lhe chama de cretina. As duas passam a brigar diariamente, com muitas humilhações e acusações mútuas. Isso desencadeia um estresse muito grande em Homero, que passa mal, e recebe o diagnóstico de. Alice sofre muito pela doença do pai, e com as brigas constantes com sua mãe, acaba sofrendo um. Inês fica aliviada com o aborto, e planeja que a filha fique com outro milionário, mas Alice se recusa, e diz odiá-la.

Passam-se meses. Inês passa a infernizar a vida de Homero e ele pede o. Em mais uma briga, ele tem uma crise devido a um aneurisma, e morre. Como Homero as sustentava, com seu falecimento, ela e a filha são obrigadas a voltar para o, para o ódio de Inês e alegria de Alice. Elas voltam a morar em um pequeno apartamento no Leme, de frente para o Morro da Babilônia, o que deixa Inês furiosa. Ela volta a procurar Beatriz e a ameaça, dizendo que não apagou o vídeo comprometedor. Beatriz fica com muito ódio, mas se alia a Inês, e a contrata como advogada da Construtora Rangel. Através de ordens de Beatriz, Inês aplicará diversos golpes e falsificações para desviar dinheiro da empresa.

No Rio, Alice conhece e se apaixona por Murilo (). Eles começam a namorar, mas a intenção de Murilo para com Alice é completamente outra. Ele é um rapaz cruel, mimado e muito perigoso. Cafetão e envolvido com tráfico, ninguém na sua família sabe de sua atividade, e pensam que ele é produtor de eventos. Ele é filho de Olga (), dedicada ao lar e aos cuidados de Murilo. Ela é mãe de criação de Vinícius (), advogado honesto, inteligente e sincero, que causa a fúria de Murilo ao deixar seu emprego na cidade de Jatobá, interior do Rio, por conta de corrupções, e voltar a morar com ele e a mãe para voltar a estudar e ser juiz. Murilo o humilha por ser o filho da empregada, que foi mãe solteira e faleceu de câncer quando Vinícius era criança, e Olga decidiu criá-lo. Murilo nasceu anos depois, quando Olga não achava mais que conseguiria ter filhos. O relacionamento dos dois é difícil, mas Vinícius tenta sempre entender essa revolta do irmão, pois Murilo sente inveja de Vinícius, e pensa que a mãe gosta mais do irmão do que dele.

O objetivo de Murilo é transformar Alice em uma prostitua de luxo, e ao longo do relacionamento, ele vê que Alice não consegue encontrar emprego de jeito nenhum, e lhe propõe isso. Ela o agride, e não aceita a proposta, terminando o namoro. Sabendo que a mãe dela é gananciosa, por Alice ter lhe contado sobre ter sido pressionada a ficar noiva do velho rico, Murilo procura Inês, que fica meio chocada a princípio, mas aceita convencer a filha a faturar muito através desse modo de vida. Com muito tato e domínio maquiavélico, ela, ao longo do tempo, acaba por convencer a filha, e se transforma em sua cafetina, junto a Murilo. Os dois voltam a namorar, e Murilo agencia Alice para milionários das áreas nobres do Rio, e a relação se transforma em um triângulo amoroso, já que Murilo é amante de Heloísa (), outra prostituta que ele agência.

Beatriz é filha da socialite Estela Marcondes (), que por ter vindo de uma família rica e tradicional, reprimiu por muitas décadas a sua homossexualidade. Ela é divorciada, e seu ex-marido faleceu há poucos anos. Ela escandalizou a sociedade conservadora da época, há trinta e cinco anos, quando, cansada de esconder sua verdadeira essência, e de viver um casamento infeliz, se divorciou do marido, pai de Beatriz, e assumiu um romance lésbico, tendo ido viver junto com sua amada, Teresa Petruccelli (), uma das maiores advogadas do Brasil. Beatriz aceita com naturalidade a relação da mãe, embora não se dê bem com Teresa, que sabe realmente o monstro que Beatriz é, pois enxerga facilmente seu modo dissimulado de ser. Teresa é inteligente e dominadora, sempre à frente da época em que vivia, não aceitava as imposições que a mulher era obrigada a aceitar, começou a trabalhar cedo e saiu de casa para ter liberdade. Ela optou por não casar, nem ter filhos, e sim estudar. Apesar de ter namorado homens e mulheres, só encontrou o amor de verdade nos braços de Estela. Teresa questiona muito a aproximação de Inês com Beatriz. Ela é uma mulher íntegra, honesta e fiel aos cumprimentos da lei, e fará o possível para que Estela se livre da influência maligna de Beatriz, que domina a mãe. Estela perdeu sua outra filha no parto, e o genro abandonou seu neto, e então, Estela e Teresa criaram o menino, Rafael () desde que nasceu. Ele chama as duas de mãe, e juntos delas, são alvo do preconceito social. Outra polêmica colocará ainda mais em evidência preconceitos, quando decidem casar-se oficialmente. Por conta da relação homoafetiva que vivem, Rafael é vítima de preconceito, sendo chamado de por Murilo e pelo melhor amigo dele, primo de consideração de Rafael, e enteado de Beatriz, o Gustavo ().

Regina, atualmente, é vendedora de coco na, e batalha muito para sustentar a filha. Sua mãe trabalha como garçonete no mesmo clube onde trabalhou no passado, e seu irmão se tornou competidor de natação. Regina continua sendo uma mulher simples e verdadeira, porém mais brigona, que não leva desaforo para casa, e se fechou totalmente para o amor, não querendo mais saber de romances sérios, passando a viver para criar sua filha. Porém, o destino lhe pregará uma peça, ao se apaixonar perdidamente por Vinícius. Ele fica apaixonado também, e passa a persegui-la para, pelo menos, serem amigos, mas Regina é durona e e vive fugindo, com medo de uma nova decepção, porém se aproximam mais quando Gustavo, bêbado e dirigindo um barco, atropela Wolnei, vizinho de Regina. Ela faz de tudo para o caso não sair impune, e Beatriz fica furiosa ao ver que o passado a está assombrando, já que Regina é filha do motorista que ela assassinou.

Inês tenta comprar Regina, lhe oferecendo dinheiro para inocentar Gustavo, mas Regina lhe dá um tapa e briga muito com ela, provando ser uma mulher de moral. Inês, então, é humilhada por Beatriz, que fica com raiva, pois para comprar alguém tem que observar se a pessoa é ou não corruptível. Inês, então, tem uma ideia, e compra Wolnei, que muda seu depoimento e diz que Regina lhe deu bebida alcoólica, e por ele ser menor, perderia a licença da barraca de praia. Após muito sofrer para comprovar que é inocente, com ajuda de Vinícius, que de graça, aceita ser seu advogado, Wolnei volta atrás e inocenta Regina. Vinícius fica chocado ao saber que seu irmão estava dando dinheiro para Wolnei ficar calado, e os dois brigam, e para não chatear a mãe deles, Vinícius se cala. Regina fica desconfiada de Vinícius ao saber que um dos caras do barco é irmão dele, ela prefere se afastar, mas a cada dia se vê mais apaixonada, e então, decide ser amiga dele, ainda mais ao saber que ele não é arrogante como pensava.

Com muitas artimanhas, Inês compra a delegada, e Gustavo acaba ficando impune. Ele não se dá bem com o pai, pois largou a faculdade, nunca quis trabalhar e só vive bebendo nas baladas e saindo com as prostitutas que Murilo arruma para ele. Beatriz alimenta todas as vontades do enteado, como modo de se vingar das traições do marido.

Regina, após muitos conselhos da mãe, decide se abrir novamente paras o amor, e passa a viver uma relação intensa e apaixonada com Vinícius. Por ele, Regina sente amor de verdade, o que não sentia por Luís Fernando. Apesar de viverem uma relação sincera, carinhosa, verdadeira, o conto de fadas vai por água abaixo, e Regina sofre mais uma decepção: apesar de ser separado, Vinícius ainda é oficialmente casado com Cristina (), que volta de viagem e passa a infernizar a vida do casal. Regina sofre muito e decide acabar com o romance, se sentindo mais uma vez enganada e usada, querendo entender por que seu carma é atrair homens casados. Vinícius, então, faz de tudo para provar seu amor verdadeiro a Regina, e tenta reconquistá-la, além de conseguir logo seu divórcio.

Aderbal () é um prefeito corrupto, ex-patrão de Vinícius, que administra a fictícia cidade de Jatobá, no interior fluminense, onde Vinícius morava e trabalhava, tendo pedido demissão após descobrir as falcatruas do chefe. É articulado, e mesmo sendo um grande ladrão, é admirado pela população – ninguém desconfia que uma empresa fantasma venceu uma licitação para que ele possa desviar verba pública. É casado com a sensível pianista Maria José (), que é submissa e ingênua, e não sabe das traições do marido. Ela conta com o apoio da filha, Laís (), que não aceita o jeito prepotente e ambicioso do pai, e faz de tudo para a mãe conseguir se libertar e ser feliz. Elas ainda têm que conviver com Consuelo (), mãe de Aderbal, uma perua de trejeitos engraçados, que é cheia de manias de grandeza, e apoia o filho em tudo, pensando sempre em obter mais dinheiro. Maria José e Laís tem um choque cultural quando Aderbal decide se mudar para o Rio, para obter maior visibilidade política, e as duas sentem dificuldades em viver numa cidade grande, com diversos políticos visitando a casa. Aderbal se envolve com sua empregada, Rosângela, moça do interior que trabalha na casa a alguns anos. Ela acaba engravidando, e ele lhe dá dinheiro para abortar, e, com medo, a jovem aceita, e logo depois é demitida. Como se mostra um homem temente a Deus e tendo eleitorado evangélico, e capaz de tudo pelo poder, ele simplesmente tira do seu caminho o que o incomoda. Laís fica revoltada, por ser amiga da empregada, pois seus pais mentem, afirmando que Rosângela foi embora porque quis.

No Rio, Aderbal encontra sua parceira ideal para golpes: Beatriz. Rapidamente se unem, e se tornam amantes, em busca pelo dinheiro fácil e poder absoluto. Dois grandes psicopatas, capazes de tudo para concretizar seus mais perversos planos. Eles se conhecem pois Laís, sua filha, acaba por se apaixonar por Rafael, sobrinho de Beatriz, mas Aderbal é totalmente contra o romance, e não aceita sua filha namorar um rapaz que é criado pela avó lésbica e pela companheira dela. Ele só visualiza sua campanha política, e é capaz de destruir a felicidade da filha para não perder votos de seu eleitorado conservador. Expulsa Rafael de casa quando o rapaz revela que é ateu. Laís o ama mas fica confusa e, influenciada pelo pai e pela avó, destrata Rafael, e diz que não aceita que ele seja criado por duas mulheres, e que tem nojo de lésbicas. Isso o deixa muito triste e chocado.

Para se vingar de Beatriz, Inês seduz o marido dela, e leva Evandro para a cama, e depois joga isso na cara de Beatriz. As duas brigam, e Beatriz a humilha, dizendo que o sexo que ele fez com Inês, é o que faz com qualquer garota de programa. Após discutirem e se agredirem, decidem se acalmar e unirem-se novamente, para conseguir com que a construtora continue dando bastante lucro para as duas. Beatriz passa a tentar arrumar um homem rico para Inês, que é uma mulher complexada e frígida, tendo dificuldade de sentir prazer.

Sempre obcecada por sexo, Beatriz não se contenta em ter um marido e um amante só. Ela precisa de mais, e aventuras perigosas a atraem. Ela leva Pedro (), engenheiro bem mais jovem, e amigo de seu marido, para o chuveiro, onde transam. Beatriz não tem limites, e fica excitada com a possibilidade de ser flagrada pelo marido, e se diverte com a situação, que deixa o engenheiro tenso. Sempre sensual, ela se aproxima de Diogo (), irmão de Regina. Ela o seduz de todas as formas, e, mesmo sendo fiel a sua noiva, Diogo transa com Beatriz na mesa da sala dela, na Construtora Rangel, e fica arrependido por ter traído a noiva, mas mesmo assim os dois passam a ter um caso fixo. Ainda mais vulgar, Beatriz fica muito interessada em um desconhecido ao fazer compras numa loja, e mesmo sem nem saber o nome dele, arrasta-o para o provador de roupas, onde transam.

A vida coloca Regina novamente frente a frente com Beatriz e Inês. Ela não desistiu de colocar Gustavo na cadeia, e nem de achar o assassino do seu pai, e para isso tenta encontrar formas de denunciar Inês, tentando provar que ela comprou até a delegada. Beatriz, sempre hábil, finge-se de amiga de Regina, e tenta ajudá-la a fazer justiça, mas Regina não a acha muito sincera. A partir daí, Beatriz e Inês terão que se unir para que Regina evite descobrir o crime, já que Beatriz e Inês possuem provas de que ambas são bandidas, e se não se unirem, uma conseguirá destruir a outra, e sairão perdendo nesse jogo de poder.

Participações especiais[ | ]

Volume 1[ | ]

Capa: e como Regina e Vinicius

1. "Ink"   Alice e Murilo 03:44 2. "Eu Te Desejo Amor (Que reste-t-il de nos amours)"   Estela e Teresa 02:42 3. "Ô Sorte"   Mosquito Clóvis e Norberto 02:53 4. "Ilusão a Toa"     02:57 5. "Splendor"     03:39 6. "Pra Que Chorar"   Abertura 02:37 7. "Deixa Se Envolver"   Valeska e Norberto 03:41 8. "Like Nice"     03:07 9. "Azul da Cor do Mar"   Paula e Bento 03:18 10. "Sonhos"   Regina e Vinícius 03:00 11. "Don't Wanna Touchdown"   Johnny Glövez Part. Esp.: Polina   04:04 12. "Não Diga Não"   Beatriz e Diogo 03:37 13. "Alvorada"     02:38 14. "Convicted"   Alisha Pillay   03:38 15. "Till I Forget About You"   Cymcolé   03:36 16. "A Presença" (Instrumental) Roger Henri   02:48

Duração total:

51:59

Volume 2[ | ]

Capa: e como Alice e Murilo

1. "I'm Not the Only One"   Diogo e Beatriz 04:00 2. "Esperta"   Aderbal e Inês 02:14 3. "Mania"   Vinícius e Cris 05:05 4. "Estava Escrito"     03:18 5. "All of You"   Karina Duque Estrada   02:53 6. "Um Trem para As Estrelas"   Murilo e Alice 03:37 7. "Amor Marginal"   Alice e Evandro 04:46 8. "O Samba de Nós Dois"   Part.   04:17 9. "I'm Alive"   Part. Francinne   03:21 10. "Tango do Mal"   Luís Fernando e Karen 03:00 11. "Sabe Você?"   Regina e Vinícius 04:27 12. "Love Is on My Mind"   Blushed   03:47 13. "Que Bandeira"     03:45 14. "Only U"   Leo Von   03:37 15. "Amor, Meu Grande Amor"   Laís e Rafael 03:59

Duração total:

56:06

Audiência[ | ]

Babilônia começou a ser exibida em 16 de março de. O primeiro capítulo alcançou 32,8 pontos no na. Sua registrou 32,1 pontos. Já o segundo capítulo obteve 29,8 pontos no na. Ao final de sua primeira semana, já havia perdido um terço de seu público.

No dia 24 de março, registrou uma diferença de apenas 1,5 ponto a mais que, a "" então exibida pela emissora. Essa seria a menor diferença a ser registrada nas audiências das duas produções em cinco anos. No dia seguinte, Babilônia teve menos audiência que a outra telenovela. Enquanto ficou com 25.3 pontos, Babilônia ficou com 24.9 pontos. No dia 1º de abril, consolidou menos ainda, 23,4 pontos.

Em 4 de abril, Babilônia bateu recorde negativo, a novela registrou 20,2 pontos na, audiência mais baixa desde a estreia, em 16 de março, e o pior desempenho de uma aos sábados (a marca anterior também era de Babilônia, 21,5 na semana anterior). Só não foi a pior audiência das 21h porque (2012) e (2002) deram 18.

Com a baixa audiência, a promoveu mudanças na trama e apostou em mais chamadas e Babilônia estancou a queda de audiência nos últimos dias e consolidou 25,8 pontos na em 6 de abril. É o melhor desempenho da novela em duas semanas. No dia seguinte, 7 de abril, Babilônia subiu dois pontos em uma semana, consolidando 26,3 pontos na, crescimento de 7% em comparação com o capítulo de 31 de março (24,5). É a maior audiência da trama das 21h em duas semanas e o segundo melhor desempenho às terças-feiras, atrás apenas da semana de estreia (29,8). Mesmo assim, a audiência é considera baixa, pois em 8 de abril a trama registrou 25,2 pontos, abaixo dos 26,2 pontos registrados por.

A produção também enfrentou uma rejeição em outros estados. Em, pela primeira vez na história da dramaturgia da, uma novela das 21h teve menos audiência que uma novela da. Em 3 de abril, Babilônia registrou apenas 14,5 pontos de audiência. Exibida um pouco mais cedo, sem embate com a novela global, marcou 15,5. Cada ponto de audiência equivale a 7 mil domicílios na. Em, e, a novela ainda não emplacou. Em, praça onde a sempre registrou boa audiência,Babilônia chegou a marcar 19 pontos da semana do dia 30 de março ao dia 3 de abril, índice muito abaixo da média do horário, que costuma ficar entre 30 e 35 pontos. Cada ponto equivale a 18 mil lares em BH.

Os seus maus resultados, no entanto, não foram atribuídos somente aos polêmicos temas abordados — uma vez que a telenovela das 23 horas,, exibida no mesmo período, obteve sucessivos recordes de audiência para o seu horário mesmo apresentando uma trama com alto teor erótico —, mas também ao roteiro considerado inconsistente pela imprensa.

Já na reta final, recupera boa parte dos telespectadores. No capítulo 133, exibido em 17 de agosto, Babilônia atinge 29,9 pontos de média, mesmo com a forte concorrência com a estreia do programa, na, e, no dia seguinte, atinge 30,5 pontos.

O último capítulo de Babilônia marcou 33,5 pontos, com pico de 38.1 pontos na, representando com grande margem a pior audiência de um capítulo final de novela das 21 horas, 30% abaixo do número registrado pelo último capítulo de sua antecessora, e no PNT (Painel Nacional de Televisão) registrou 25 pontos de média-geral.

Controvérsias[ | ]

O deputado federal, líder da do emitiu uma nota de repúdio ao beijo protagonizado por e no primeiro capítulo, convocando os a boicotarem a novela e não consumirem os produtos anunciados durante o programa. O senador disseminou mensagens contra a novela na redes sociais e e o pastor manifestou indignação a respeito da presente na trama. Já o pastor e Deputado Federal, defendeu o boicote a patrocinadora da telenovela., em entrevista, afirmaria que o boicote é um direito a todos, mas que acreditava que ele era promovido com motivação " e ", visando " e a ". Ao final da primeira semana, a audiência da telenovela havia diminuído consideravelmente, numa queda que segundo o jornalista, da revista, nunca teria ocorrido na história da emissora, e que poderia estar relacionada ao boicote. As criticas também vieram por parte de ramos da igreja católica como a e a rede, que pediram ações semelhantes por parte de seus fieis.

Resposta da emissora[ | ]

Nos 10 primeiros capítulos a trama alcançou 27.7 pontos de média, e 42.5% de participação. Este é o pior resultado em 50 anos. Para conter a queda de audiência, foram lançadas novas chamadas, houve a troca do logotipo, alterando para cores mais leves e o grupo de discussão foi adiantado. Mesmo com críticas ao casal homossexual, o coautor afirma que a trama seguirá como foi planejado desde o início. Linhares também afirma que busca a aceitação, em relação ao casal Teresa e Estela.

Após a realização de grupos de discussão com telespectadores, foi concluído que parte do público rejeita a maldade, a violência e o tema da corrupção presente na trama. Para reverter a baixa audiência, a emissora cortou cenas de prostituição, alterando os rumos da personagem de (Alice), que não será mais prostituta, visto que telespectadoras consideraram a trama, mau exemplo. Linhares, entretanto, alegaria que a mudança não se dava pela rejeição do público, mas por questões de "classificação indicativa" da produção. A atriz e regravaram cerca de 40 cenas, além de ganharem mais destaque na trama. Beatriz (), não "atacará" mais os homens; a fotografia que era considerada escura, foi clareada; as tramas românticas serão aumentadas; demonstrações de afeto entre o casal homossexual foram cortadas e o segredo envolvendo as vilãs foi revelado antecipadamente. Pela sinopse da telenovela, o personagem de Marcos Pasquim (Carlos Alberto) teria um envolvimento com o de Marcello Mello (Ivan), mas a direção da emissora alterou a trama; fazendo com que o personagem de Pasquim, se apaixone por Regina (Camila Pitanga). Herson Capri interpretaria o traficante Osvaldo, mas foi deslocado para interpretar Otávio, amante de Beatriz (Gloria Pires).

Com os índices de audiência abaixo do esperado,, Diretor de Dramaturgia da emissora, reescreveu cinco capítulos e reeditou doze capítulos em seis, para que a trama fosse agilizada. A interferência de Abreu na trama, acontece após suposto desentendimento entre os autores, e boatos do casal homossexual ser assassinado. Apesar das mudanças realizadas, a telenovela perdeu 18 capítulos e foi reduzida em cerca de 3 semanas, novamente devido a sua baixa audiência. Com isso, as gravações de, trama sucessora no horário, do autor, foram aceleradas.

Prêmios e indicações[ | ]

Notas

Referências

  1. 27 de abril de 2015.. Globo TV. Consultado em 7 de maio de 2015. 
  2. ↑. GShow. Consultado em 29 de outubro de 2015..  
  3. TV Foco (20 de janeiro de 2015).. 20 de janeiro de 2015. Consultado em 26 de março de 2015. 
  4. Aaron Racanicchi (13 de maio de 2015).. 13 de maio de 2015. Consultado em 13 de maio de 2015. 
  5. . 23 de fevereiro de 2015. Consultado em 30 de março de 2015. 
  6. Natália Boere (11 de julho de 2015).. O Globo. Consultado em 19 de julho de 2015. 
  7. Visitado em 3 de julho de 2015
  8. Memória Globo.. Consultado em 23 de dezembro de 2013. 
  9. ... Consultado em 28 de janeiro de 2011. 
  10. . Teledramaturgia. Consultado em 10 de janeiro de 2014. 
  11. . www.atarde.com.br. Consultado em 31 de Janeiro de 2011. 
  12. . televisao.uol.com.br. Consultado em 31 de Janeiro de 2011. 
  13. Júnior, João Miguel (30 de dezembro de 2010).. A Tarde. atarde. Consultado em 13 de janeiro de 2011. 
  14. Redação Na Telinha (30 de dezembro de 2010).. Na Telinha UOL. uol. Consultado em 23 de janeiro de 2011. 
  15. Maia, Maria Carolina.. abril 
  16. Ricco, Flávio (17 de janeiro de 2011).. Coluna do Flávio Ricco. UOL Televisão. Consultado em 23 de janeiro de 2011. 
  17. Carol Gregnanin (22 de agosto de 2011).. Consultado em 14 de março de 2015. 
  18. Meire Kusumoto (6 de outubro de 2014)... Consultado em 14 de março de 2015. 
  19. . TV Foco. 13 de março de 2015. Consultado em 14 de março de 2015. 
  20. Redação F5 (14 de fevereiro de 2015).. Folha de S. Paulo. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  21. Patrícia Kogut (22 de abril de 2013).. Consultado em 16 de março de 2015. 
  22. Flávio Ricco (25 de janeiro de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 16 de fevereiro de 2015.. Veja o subtítulo Time respeitável
  23. ↑ Natalia Castro (15 de fevereiro de 2015)... Revista da TV. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  24. Flavia Muniz (4 de outubro de 2014)... Consultado em 7 de outubro de 2014. 
  25. Patrícia Kogut (2 de dezembro de 2014)... Consultado em 16 de dezembro de 2014. 
  26. Fernando Eichenberg (7 de dezembro de 2014)... Revista da TV. Consultado em 16 de dezembro de 2014. 
  27. Hellen Couto (7 de dezembro de 2014).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de dezembro de 2014. 
  28. Carla Bittencourt (25 de novembro de 2014)... Telinha. Consultado em 16 de dezembro de 2014. 
  29. Gshow (5 de dezembro de 2014).. Gshow - Foi dada a largada. Consultado em 16 de dezembro de 2014. 
  30. UOL RJ (15 de dezembro de 2014).. UOL Televisão. Consultado em 22 de janeiro de 2015. 
  31. Hellen Couto (2 de fevereiro de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  32. CGCOM (15 de dezembro de 2014).. Na Mira. Consultado em 14 de março de 2015. 
  33. Patrícia Kogut (15 de junho de 2014)... Consultado em 22 de janeiro de 2015. 
  34. Guilherme Scarpa (8 de janeiro de 2015)... Consultado em 22 de janeiro de 2015. 
  35. Thaís Britto (11 de abril de 2014)... Revista da TV. Consultado em 22 de janeiro de 2015. 
  36. Guilherme Scarpa (28 de outubro de 2014).. Consultado em 22 de janeiro de 2015. 
  37. . F5 - televisão. 13 de março de 2015. Consultado em 14 de março de 2015. 
  38. UOL RJ (29 de janeiro de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  39. Lucas Neves (14 de dezembro de 2014)... Ilustrada. Consultado em 16 de dezembro de 2014. 
  40. Gshow (7 de dezembro de 2014).. Rede Globo. Babilônia - Elenco. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  41. Keila Jimenez (25 de fevereiro de 2015)... Ilustrada. Consultado em 4 de março de 2015. 
  42. Giselle de Almeida (4 de março de 2015).. UOL Celebridades. Consultado em 4 de março de 2015. 
  43. Flávia Muniz (3 de março de 2015)... Consultado em 4 de março de 2015. 
  44. Patrícia Villalba (25 de fevereiro de 2015)... Quanto Drama!. Consultado em 4 de março de 2015. 
  45. .. 30 de dezembro de 2014. Consultado em 4 de março de 2015. 
  46. Giselle de Almeida (4 de fevereiro de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  47. Vitor Moreno (17 de janeiro de 2015).. F5 - televisão. Outro Canal. Consultado em 24 de fevereiro de 2015. 
  48. Gshow (9 de dezembro de 2014).. Rede Globo. Babilônia - Elenco. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  49. Gshow (20 de janeiro de 2015).. Rede Globo. Babilônia - Elenco. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  50. Gshow (4 de fevereiro de 2015).. Rede Globo. Babilônia - Elenco. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  51. UOL RJ (26 de janeiro de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 29 de janeiro de 2015. 
  52. Gshow (9 de dezembro de 2014).. Rede Globo. Babilônia - Elenco. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  53. Gshow (12 de dezembro de 2014).. Rede Globo. Babilônia - Elenco. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  54. Gshow (15 de dezembro de 2014).. Rede Globo. Babilônia - Elenco. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  55. UOL RJ (11 de fevereiro de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  56. Hellen Couto (5 de dezembro de 2014).. Gshow - Foi dada a largada. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  57. Gshow (5 de fevereiro de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  58. Keila Jimenez (5 de fevereiro de 2015).. F5 - televisão. Outro Canal. Consultado em 24 de fevereiro de 2015. 
  59. Marcela Ribeiro (2 de março de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 2 de março de 2015. 
  60. Regina Rito (3 de setembro de 2014)... Consultado em 24 de fevereiro de 2015. 
  61. Regina Rito; Gabriel Sobreira (7 de janeiro de 2015)... Consultado em 29 de janeiro de 2015.. Veja o subtítulo Renomada advogada em Babilônia.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  62. Gshow (16 de dezembro de 2014).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  63. Gshow (14 de março de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 14 de março de 2015. 
  64. Felipe Abílio (10 de dezembro de 2014).. UOL Televisão. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  65. Regina Rito (15 de fevereiro de 2015)... Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  66. Patrícia Kogut (10 de novembro de 2014)... Consultado em 16 de fevereiro de 2015.. Veja o subtítulo Marido perdido
  67. Gshow (24 de dezembro de 2014).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  68. Juliana Lessa (28 de janeiro de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  69. . F5 - televisão. Contigo!. 20 de novembro de 2014. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  70. Ana Cora Lima (23 de maio de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 24 de maio de 2015. 
  71. Florença Mazza (18 de janeiro de 2015)... Patrícia Kogut. Consultado em 29 de janeiro de 2015. 
  72. Natalia Castro (2 de março de 2015)... Revista da TV. Consultado em 2 de março de 2015. 
  73. Gshow (18 de fevereiro de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 24 de fevereiro de 2015. 
  74. Flávia Muniz (11 de outubro de 2015)... Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  75. Hellen Couto (5 de fevereiro de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  76. Marcelle Carvalho (1 de janeiro de 2015)... Consultado em 29 de janeiro de 2015. 
  77. Gshow (17 de dezembro de 2014).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  78. Carla Bittencourt (18 de dezembro de 2014)... Telinha. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  79. Gshow (17 de dezembro de 2014). «De volta à telinha, Gabriel Braga Nunes grava cena de beijo com Camila Pitanga». Rede Globo. Babilônia - Elenco. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  80. Gshow (7 de fevereiro de 2015).. Rede Globo. Vídeo Show - Bastidores. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  81. Gshow (16 de fevereiro de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  82. Regina Rito; Gabriel Sobreira (21 de janeiro de 2015)... Consultado em 29 de janeiro de 2015.. Veja o subtítulo Vencida pelo charme do marido.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  83. Nina Ramos (10 de dezembro de 2014)... Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  84. Hellen Couto (7 de abril de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 23 de abril de 2015. 
  85. ↑ Flávia Muniz (16 de maio de 2015).. O Dia. Consultado em 24 de maio de 2015. 
  86. Carla Bittencourt (19 de janeiro de 2015)... Telinha. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  87. Marcelle Carvalho (5 de fevereiro de 2015)... Telinha. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  88. . Extras - Babilônia. Consultado em 14 de março de 2015. nagem-gay.html Claudio Lins interpretará um gay em 'Babilônia': 'Longe de ser meu limite']
  89. Carla Bittencourt (4 de junho de 2015)... Telinha. Consultado em 5 de junho de 2015. 
  90. Carla Bittencourt (22 de janeiro de 2015)... Telinha. Consultado em 31 de janeiro de 2015. 
  91. Regina Rito; Gabriel Sobreira (15 de janeiro de 2015)... Consultado em 29 de janeiro de 2015.. Veja o subtítulo Babilônia.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  92. Flávio Ricco (8 de fevereiro de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  93. Gshow (13 de março de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 14 de março de 2015. 
  94. Felipe Abílio (5 de fevereiro de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  95. Regina Rito; Gabriel Sobreira (24 de janeiro de 2015)... Consultado em 29 de janeiro de 2015.. Veja o subtítulo Aspirante a chef de cozinha.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  96. Carla Bittencourt (21 de janeiro de 2015)... Telinha. Consultado em 29 de janeiro de 2015. 
  97. Gshow (17 de fevereiro de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 24 de fevereiro de 2015. 
  98. Carla Bittencourt (2 de março de 2015)... Telinha. Consultado em 2 de março de 2015. 
  99. . NaMira. 12 de fevereiro de 2015. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  100. Natalia Castro; Gabriel Menezes (22 de março de 2015)... Revista da TV. Consultado em 31 de março de 2015.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  101. Gshow (16 de março de 2015).. Gshow. Consultado em 27 de março de 2015. 
  102. Fernando Oliveira (3 de fevereiro de 2015)... Mundo da TV. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  103. Gshow (13 de janeiro de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  104. Carla Bittencourt (13 de janeiro de 2015)... Telinha. Consultado em 31 de janeiro de 2015. 
  105. Carla Bittencourt (1 de julho de 2015)... Telinha. Consultado em 8 de julho de 2015. 
  106. Gabriel Menezes (11 de março de 2015)... Consultado em 13 de março de 2015. 
  107. Caras Digital (Dezembro de 2014).. Caras.com.br. Consultado em 6 de Abril de 2015. 
  108. Gshow (16 de março de 2015).. Gshow. Consultado em 17 de março de 2015. 
  109. Regina Rito; Gabriel Sobreira (27 de janeiro de 2015)... Consultado em 29 de janeiro de 2015.. Veja o subtítulo Medalha de ouro no horário nobre.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  110. Gshow (2015).. Gshow. Consultado em 17 de março de 2015. 
  111. Gshow (16 de março de 2015).. Gshow. Consultado em 4 de abril de 2015. 
  112. . Gshow. Consultado em 28 de abril de 2015. 
  113. Regina Rito; Gabriel Sobreira (11 de janeiro de 2015)... Consultado em 29 de janeiro de 2015.. Veja o subtítulo Trio de preconceituosos em Babilônia.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  114. Gshow (21 de fevereiro de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 24 de fevereiro de 2015. 
  115. Carla Bittencourt (25 de fevereiro de 2015)... Telinha. Consultado em 2 de março de 2015. 
  116. Gshow (16 de março de 2015).. Gshow. Consultado em 4 de abril de 2015. 
  117. Gshow (16 de março de 2015).. Gshow. Consultado em 25 de junho de 2015. 
  118. Carla Bittencourt (31 de março de 2015)... Telinha. Consultado em 31 de março de 2015. 
  119. Carla Bittencourt (10 de fevereiro de 2015)... Telinha. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  120. Gabriel Menezes (18 de março de 2015)... Revista da TV. Consultado em 31 de março de 2015. 
  121. . Gshow. 16 de março de 2015. Consultado em 28 de abril de 2015. 
  122. Gshow (16 de março de 2015).. Gshow. Consultado em 6 de abril de 2015. 
  123. Carla Bittencourt (11 de março de 2015)... Telinha. Consultado em 14 de março de 2015. 
  124. Nina Ramos (8 de janeiro de 2015)... Vem, gente!. Consultado em 14 de março de 2015. 
  125. . Lado B. 20 de março de 2015. Consultado em 28 de abril de 2015. 
  126. Gshow (16 de março de 2015).. Gshow. Consultado em 25 de junho de 2015. 
  127. Marcela Ribeiro (25 de fevereiro de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 2 de março de 2015. 
  128. UOL RJ (20 de fevereiro de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 2 de março de 2015. 
  129. Giselle de Almeida (27 de fevereiro de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 2 de março de 2015. 
  130. Gshow (16 de março de 2015).. Gshow. Consultado em 17 de março de 2015. 
  131. Hellen Couto (19 de janeiro de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  132. Carla Bittencourt (14 de outubro de 2014)... Telinha. Consultado em 31 de janeiro de 2015. 
  133. (6 de fevereiro de 2015).. Revista da TV. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  134. ↑ Mônica Pina (27 de abril de 2015).. Pure People. Consultado em 29 de abril de 2015. 
  135. Gshow (13 de abril de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 23 de abril de 2015. 
  136. Carla Bittencourt (3 de abril de 2015)... Telinha. Consultado em 23 de abril de 2015. 
  137. Flávio Ricco (12 de maio de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 24 de maio de 2015. 
  138. Paula Paiva (10 de agosto de 2015).. Gshow. Consultado em 13 de agosto de 2015. 
  139. Hellen Couto (22 de março de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 23 de abril de 2015. 
  140. .. 29 de março de 2015 
  141. Hellen Couto (18 de março de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 31 de março de 2015. 
  142. Natália Boere (28 de março de 2015)... Revista da TV. Consultado em 23 de abril de 2015. 
  143. Cristiane Rodrigues (10 de abril de 2015)... Consultado em 23 de abril de 2015. 
  144. Carla Bittencourt (26 de fevereiro de 2015)... Telinha. Consultado em 23 de abril de 2015. 
  145. Thayná Rodrigues (17 de março de 2015)... Consultado em 23 de abril de 2015. 
  146. .. 4 de abril de 2016. Consultado em 4 de abril de 2016. 
  147. Gshow (20 de maio de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 8 de julho de 2015. 
  148. . O Dia. 25 de junho de 2015. Consultado em 8 de julho de 2015. 
  149. Patrícia Kogut (6 de julho de 2015).. O Globo. Consultado em 8 de julho de 2015.. Veja os subtítulo Ponta de luxo
  150. . Caras. 7 de agosto de 2015. Consultado em 8 de agosto de 2015. 
  151. Hellen Couto (21 de abril de 2015).. Gshow. Consultado em 18 de agosto de 2015. 
  152. Hellen Couto (4 de julho de 2015).. Bastidores - Gshow. Consultado em 8 de julho de 2015. 
  153. . Extras - Babilônia. 11 de fevereiro de 2015. Consultado em 29 de junho de 2015. 
  154. Hellen Couto (12 de março de 2015).. Extras - Babilônia. Consultado em 31 de março de 2015. 
  155. .. 11 de maio de 2015. Consultado em 15 de maio de 2015. 
  156. .. 15 de junho de 2015. Consultado em 22 de junho de 2015. 
  157. (18 de março de 2015)... Consultado em 18 de março de 2015. 
  158. Paulo Pacheco (17 de março de 2015)... Notícias da TV. Consultado em 31 de março de 2015. 
  159. (17 de março de 2015)... Consultado em 18 de março de 2015. 
  160. ↑ Lauro Jardim (22 de março de 2015)... Consultado em 31 de março de 2015. 
  161. Redação (25 de março de 2015).. UOL. Notícias da TV. Consultado em 31 de março de 2015. 
  162. Redação (26 de março de 2015)... Notícias da TV. Consultado em 31 de março de 2015. 
  163. Keila Jimenez (26 de março de 2015)... Consultado em 30 de março de 2015. 
  164. Keila Jimenez (2 de abril de 2015)... Outro Canal. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  165. Redação (2 de abril de 2015)... Notícias da TV. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  166. Keila Jimenez (6 de abril de 2015)... Outro Canal. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  167. Redação (30 de março de 2015)... Notícias da TV. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  168. Redação (6 de abril de 2015).. UOL. Notícias da TV. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  169. Redação (7 de abril de 2015).. UOL. Notícias da TV. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  170. Redação (8 de abril de 2015).. UOL. Notícias da TV. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  171. Redação (9 de abril de 2015).. UOL. Notícias da TV. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  172. ↑ Vitor Moreno (13 de abril de 2015).. UOL. Folha de S. Paulo. Consultado em 14 de abril de 2015. 
  173. . UOL. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  174. . UOL. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  175. Alex Klein (18 de abril de 2015).. Bastidores da TV. Consultado em 18 de abril de 2015. 
  176. Alex Klein (19 de abril de 2015).. Bastidores da TV. Consultado em 19 de abril de 2015. 
  177. Vitor Peccoli (28 de agosto de 2015).. TV Foco. Consultado em 29 de agosto de 2015. 
  178. Thell de Castro (29 de junho de 2014).. Notícias da TV. Consultado em 15 de julho de 2014. 
  179. Castro, Daniel.. Consultado em 1 de setembro de 2015. 
  180. . R7. Consultado em 30 de agosto de 2015. 
  181. Débora Melo (19 de março de 2015)... Consultado em 21 de março de 2015. 
  182. Pedro Venceslau (19 de março de 2015)... Consultado em 21 de março de 2015. 
  183. Tayná Biazus (20 de março de 2015)... Consultado em 21 de março de 2015. 
  184. UOL SP (20 de março de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 31 de março de 2015. 
  185. Estadão Conteúdo (23 de março de 2015)... Consultado em 9 de abril de 2015. 
  186. Lauro Jardim (23 de março de 2015)... Radar on-line. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  187. (20 de março de 2015)... Consultado em 21 de março de 2015. 
  188. Ricardo Feltrin (22 de março de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 31 de março de 2015. 
  189. Lauro Jardim (22 de março de 2015)... Consultado em 16 de abril de 2015. 
  190. Ricardo Feltrin (29 de março de 2015)... Consultado em 30 de março de 2015. 
  191. Daniel Castro; Paulo Pacheco (29 de março de 2015).. UOL. Notícias da TV. Consultado em 31 de março de 2015.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  192. UOL SP (28 de março de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 31 de março de 2015. 
  193. (30 de março de 2015)... Consultado em 31 de março de 2015. 
  194. Flávio Ricco (26 de março de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 31 de março de 2015. 
  195. Giselle de Almeida (23 de março de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 31 de março de 2015. 
  196. Keila Jimenez; Camila Alvarenga (27 de março de 2015)... Ilustrada. Consultado em 9 de abril de 2015.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  197. Vitor Moreno (26 de janeiro de 2015).. F5 - televisão. Outro Canal. Consultado em 31 de março de 2015. 
  198. Paulo Ricardo Moreira (18 de março de 2015)... Consultado em 31 de março de 2015. 
  199. ↑ Patrícia Kogut (7 de abril de 2015)... Consultado em 9 de abril de 2015. 
  200. Giselle de Almeida (13 de abril de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 23 de abril de 2015. 
  201. Keila Jimenez (6 de abril de 2015)... Outro Canal. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  202. Paulo Ricardo Moreira (7 de abril de 2015)... Consultado em 9 de abril de 2015. 
  203. Giselle de Almeida (10 de abril de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 23 de abril de 2015. 
  204. Anna Luiza Santiago (3 de abril de 2015).. O Globo. Patrícia Kogut. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  205. Patrícia Kogut (3 de abril de 2015).. O Globo. Consultado em 9 de abril de 2015.. Veja o subtítulo Mais leve
  206. Flávio Ricco (7 de abril de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  207. Daniel Castro; Márcia Pereira (3 de abril de 2015)... Notícias da TV. Consultado em 9 de abril de 2015.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  208. Keila Jimenez (10 de abril de 2015).. F5 - televisão. Outro Canal. Consultado em 23 de abril de 2015. 
  209. Patrícia Kogut (31 de março de 2015)... Consultado em 9 de abril de 2015. 
  210. Márcia Pereira (7 de abril de 2015)... Notícias da TV. Consultado em 9 de abril de 2015. 
  211. Daniel Castro; Márcia Pereira (6 de abril de 2015)... Notícias da TV. Consultado em 9 de abril de 2015.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  212. Giselle de Almeida (11 de abril de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 23 de abril de 2015. 
  213. Daniel Castro (10 de abril de 2015).. UOL. Notícias da TV. Consultado em 23 de abril de 2015. 
  214. Carla Bittencourt (21 de fevereiro de 2015)... Telinha. Consultado em 12 de maio de 2015. 
  215. Flávia Muniz (21 de março de 2015)... Consultado em 12 de maio de 2015. 
  216. Márcia Pereira; Daniel Castro (7 de maio de 2015).. UOL. Notícias da TV. Consultado em 12 de maio de 2015.  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= ()
  217. Regina Rito (8 de maio de 2015).. O Dia. Consultado em 12 de maio de 2015. 
  218. Márcia Pereira (12 de maio de 2015).. Notícias da TV. Consultado em 12 de maio de 2015. 
  219. Redação (24 de maio de 2015).. Notícias da TV. Consultado em 24 de maio de 2015. 
  220. Ana Cora Lima (27 de abril de 2015).. UOL Televisão. Consultado em 29 de abril de 2015. 
  221. Patrícia Kogut (29 de abril de 2015).. O Globo. Consultado em 29 de abril de 2015. 
  222. Paulo Ricardo Moreira (29 de abril de 2015)... Consultado em 29 de abril de 2015. 
  223. Daniel Castro (28 de abril de 2015).. UOL. Notícias da TV. Consultado em 29 de abril de 2015. 
  224. Carla Bittencourt (29 de abril de 2015)... Telinha. Consultado em 29 de abril de 2015. 
  225. Daniel Castro (12 de maio de 2015).. UOL. Notícias da TV. Consultado em 12 de maio de 2015. 
  226.  
  227.  





ШОКИРУЮЩИЕ НОВОСТИ



Related News


Fotos del venado cola blanca
Fotos de animales salvajes de africa
Fotos del club nacional
Ultimas fotos de megan fox 2019
Fotos da cidade de porto seguro bahia
Fotos y nombres de plantas aromaticas