Fotos de ejecutivas trabajando

Закрыть ... [X]

Reflexo de marcha automática

Reflexo de marcha automática

Reflexo de marcha automática

O bebé está deitado de barriga para baixo, com as pernas flectidas. Quando se lhe toca na planta do pé, estica as pernas e empurra o corpo para a frente. Os répteis fazem o mesmo: quando sentem uma pressão nas extremidades, respondem avançando para a frente.

Reflexo de sucção

Quando se toca suavemente na boca do bebé, ele abre-se e começa a sugar ou a chupar. Desta forma, pode comprovar-se mais à frente se o bebé tem fome ou se está cansado. Se lhe toca e suga, é porque tem fome; se chupa é porque está cansado.

Reflexo de preensão palmar

Reflexo de preensão palmar

Reflexo de preensão palmar

Se um adulto coloca um dedo na palma da mão do bebé, ele aperta-o de imediato e com força. Os dedos da criança não se fecham simplesmente, mas adaptam-se na perfeição ao contorno do dedo do adulto e agarram-se com firmeza. Trata-se de uma grande façanha para o bebé: o reflexo é tão forte que o recém-nascido, muitas vezes, é capaz de aguentar o seu próprio peso suspenso durante uns segundos. Este reflexo (que vem de quando, há milhares de anos as crianças tinham que agarrar-se à penugem da Mãe) perde-se por volta dos três meses. Nesta altura a criança continua a agarrar o dedo, mas solta-o de seguida. Com quatro ou cinco meses, já é capaz de agarrar aquilo que se lhe oferece: um novo padrão de movimento e a vontade sobrepõem-se e anulam o reflexo inicial.

Reflexo de Moro

O recém-nascido descansa sobre os braços do adulto. De repente, o adulto inclina os braços uns 30.º, pelo que o bebé tem a sensação de que vai cair. O reflexo produz-se como reacção ao susto:  primeiro abre os braços para os lados (para que os pais o vejam); depois volta a juntá-los e, de  seguida, fecha as mãos (para se agarrar).

Reflexo de galant

O bebé está deitado de barriga para baixo. Passamos-lhe os dedos pelos rins, paralelamente à coluna vertebral. Se se faz no lado esquerdo, o corpo curva-se ligeiramente para a esquerda, enquanto se o fizermos do lado direito alonga-se para a direita.

Reflexo de tonicidade axial

O bebé está deitado de barriga para cima. Se roda a cabeça para a esquerda, estica a perna e o braço esquerdos e flecte o braço direito (como se fosse um jogador de esgrima). Porquê? Nesta idade, a cabeça determina a postura do corpo e das suas extremidades. É uma reacção muito primitiva, que os bebés têm em comum com os animais.

Reflexo de escalar

Segura-se o bebé debaixo dos braços e mantemo-lo erguido. As suas pernas ficam suspensas livremente. Se o aproximamos até que o peito de um dos pés toque na mesa, automaticamente levanta o pé, flecte o joelho e sobe o pé para a mesa. O que origina este movimento é o toque do peito do pé.

Reflexo de marcha

Seguramos o bebé por debaixo dos braços,  e mantemo-lo erguido. De seguida, começamos a baixá-lo para o chão (pode ser a cama, o sofá, uma mesa…) até o pousar. Quando um pé toca no chão, o bebé levanta-o dobra o joelho e dá um passo para a frente. De seguida, entra em acção a outra perna. O que parece uma predisposição precoce para andar é, na realidade, uma parte dos exercícios que o bebé fazia dentro da barriga da mãe. Ali, apoiava os pés contra a parede abdominal e caminhava sobre ela. Este reflexo apenas se pode observar durante três meses, pois nesta idade a criança já desenvolveu movimentos mais complexos (patear, virar-se apoiar-se…).

Outros artigos relacionados:





ШОКИРУЮЩИЕ НОВОСТИ



Related News


Fotos de la reina isabel cuando era joven
Hijas de pedro fernandez fotos
Fotos de william branham
Fotos de luis antonio
Fotos premios principe de asturias
Fotos de martin karpan