Fotos de pisos porcelanato em diagonal

Закрыть ... [X]

Conspirações

E-mail afirma que o iogurte Activia, da Danone, é composto de bactérias vindas das fezes humanas!

Antes de comerçarmos, uma coisa deve ficar bem clara aqui: NÃO estamos fazendo propaganda de nenhum produto e/ou de nehuma marca.
Como fazemos há vários anos, estamos apresentando os fatos e tentando desmistificar os boatos que rodam as nossas caixas de entrada. Nesse caso, a Danone está sendo a “vítima” do boato e, por isso, seu nome e o do seu produto aparecerão nessa nossa pesquisa.

Em forma de artigo, assinado por uma nutricionista, o texto afirma que o iogurte Activia, da Danone, que auxilia no funcionamento regular do intestino, seria feito a partir de fezes humanas.

Começamos a receber essa mensagem em setembro de 2009. Um texto com informações desencontradas, citando nome de uma empresa conhecida e assinado por uma nutricionista que não existe. Parágrafos inteiros escritos em letras maiúsculas dão um tom alarmista ao conteúdo. Tudo isso nos leva a crer que, mais uma vez, estamos lidando com um típico hoax da internet.

Logo nos primeiros parágrafos temos:
“Bifidobacterium animalis é uma bactéria anaeróbica gram-positiva encontrada nos intestinos de animais de grande porte, inclusive humanos.”

E em um outro parágrafo mais abaixo:
“Muitas empresas têm tentado registrar subespécies específicas como uma técnica de marketing,renomeando estas subespécies com rótulos pseudo-científicos.”

O autor do texto não disse de onde ele tirou essas duas afirmações. Apenas jogou um texto entre aspas e o leitor menos atento aceita os parágrafo sem se questionar da veracidade. Se você quiser testar, copie um dos dois parágrafos acima e cole no Google. O resultado mostrará apenas os blogs e sites que reproduziram o texto, ou seja, é uma cópia da cópia.

O leitor dessa nossa pesquisa poderia estar pensando: “Puxa! Mas o autor pode ter retirado essas citações de algum livro! Por isso não aparece no Google!”.

Bem pensado, querido leitor! Mas você não acha que uma nutricionista formada, que tantos trabalhos academicos já deve ter feito em sua vida, não teria o cuidado de colocar o nome do autor e/ou nome do livro em seu “artigo”? Isso ajudaria até mesmo para dar mais credibilidade ao texto.

Na verdade, a Bifidobacterium animalis é uma bactéria que realmente está presente no intestino humano, mas isso não quer dizer que colocaram fezes no iogurte. Conforme a própria Danone afirma em seu site, ” é obtido da replicação em meio de cultura estéril, da mesma forma que outros fermentos utilizado em iogurtes, queijos, pães e etc. Não é absolutamente obtido de fezes. “.

Também entramos em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor da Danone, e a resposta foi a mesma:

Sr Gilmar, bom dia!

Sobre seu contato, a Danone gostaria de esclarecer que:

– O Dan regularis é o nome comercial do bacilo exclusivo da Danone, registrado fotos de pisos porcelanato em diagonal com nome científico Bifidobacterium animalis, cepa DN 173 010, no Instituto Pasteur em Paris, onde estão depositadas as amostras deste bacilo
– O Danregularis que você encontra em Activia é obtido da replicação em meio de cultura estéril, da mesma forma que outros fermentos utilizado em iogurtes, queijos, pães e etc. Não é absolutamente obtido de fezes.
– O Bifidobacterium animalis não apresenta nenhuma característica que irrite ou agrida a mucosa intestinal, já que outras espécies do gênero Bifidobacterium podem ser encontradas naturalmente no trato intestinal de indivíduos saudáveis. Não seria possível “viciar” o organismo em um bacilo, já que este é um ser vivo e não um produto químico.

 

 

De acordo com o excelente blog, em seu artigo sobre o Bifidobacterium animalis, Gaby, Nutricionista formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, nos mostra que “Todos os iogurtes têm bactérias, pois são elas que fermentam o leite para que ele se transforme em iogurte. E esse tipo específico de bactérias contidas nesse iogurte apresenta alguns outros benefícios à saúde, o que caracteriza o alimento que contém esse tipo de bactéria como probiótico: alimento que além de nutrir por si só, oferece benefícios à saúde.“.

E mais: em um outro artigo publicado pela professora da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF) da USP, Susana Saad, explica que “Os microorganismos probióticos sobrevivem ao trato gastrintestinal humano e ocupam o intestino. Eles produzem compostos inibidores como as bacteriocinas, proteínas que inibem a proliferação de microorganismos patogênicos, causadores de diarréia e outras doenças.“.

Em um dos parágrafos, o texto afirma:

“NÃO, você não está enganado. São as FEZES HUMANAS., SIM, SIM E SIM!”

Como já mostramos em várias pesquisas aqui no E-farsas, a prática de se utilizar letras minúsculas dentro do texto dá um tom alarmista ao assunto, é feito para se chamar a atenção. Cá pra nós… você acha que fariam iogurte de fezes humanas e ninguem tomaria nenhuma providencia até hoje?

Prosseguindo no texto:

“O motivo pelo qual a bebida láctea Activia ajuda na digestão é o simples fato de que a bactéria adicionada pela Danone pertence a uma cepa mais irritante para a mucosa intestinal, que ao entrar em contato trata de expelir o mais rapidamente possível o material fecal.”

Pense conosco: Se no começo do texto, a autora (ou o autor) afirma que o Bifidobacterium animalis já está presente em nosso intestino, porque mais abaixo é dito que a bactéria causa irritação na mucosa intestinal?

Ah! Porque é uma cepa mais irritante da bactéria! Sei…

Então, nesse caso, o autor estaria afirmando que a tal bactéria seria um tipo tratado, ou seja, não é um “bichinho” simplesmente tirado de um cocô e colocado no iogurte. Ou então, o tal do Bifidobacterium animalis que é usado para se fazer o Activia estaria sendo retidado das fezes de pessoas que já estariam com diarréia? Difícil de acreditar!

De qualquer maneira, o texto não é de todo perdido. Num dos parágrafos, o autor (ou autora) aconselha:

“Mas, sinceramente, prefira as verduras ao leite de cocô doce.”

Segundo a nutricionista responsavel pelo blog Alimentação sem Mitos, uma alimentação saudável, a base de verduras e legumes e rica em fibras, em conjunto com a prática de exercícios físicos ajuda bastante no bom funcionamento do intestino. “Mas,” – afirma a nutricionista – “em algumas fases da vida, em que o intestino fica mais preguiçoso, como durante a gestação e pessoas com idade mais avançada, eu acho que é melhor usar esse tipo de iogurte do que o uso de laxantes.“.

Nas últimas linhas:

EM OUTRAS PALAVRAS, A TAL DE BEBIDA LÁCTEA TEM MERDA MESMO!!!!!!
porcelanato Outra vez, o uso de letras maiúsculas chama a atenção. Também é difícil de se acreditar que uma pessoa com nível superior escreveria um texto com um liguajar tão chulo.

E pra encerrar com chave de ouro, quem assina o “artigo” é uma nutricionista de São Paulo. Procuramos por “Marília C. Duarte” e o que encontramos foi um aviso no site do Conselho Regional de Nutricionistas, avisando o seguinte:

Os outros resultados para esse nome foram todos de blogs e sites que haviam reproduzido esse mesmo boato a respeito do iogurte.

Tópicos Relacionados,,,,,,,,,

69 Comentários





ШОКИРУЮЩИЕ НОВОСТИ



Related News


Fotos de tatuajes de cometas
Fotos de platos de comida mexicana
Fotos de hombres jovenes comunes